Presidente da Câmara Municipal, concede entrevista ao jornal Bem Paraná

por cma — publicado 18/04/2017 14h34, última modificação 18/04/2017 14h34
Presidente da Câmara Municipal, concede entrevista ao jornal Bem Paraná

Presidente da Câmara Municipal - Ben Hur

Presidente da Câmara Municipal afirma que quer transparência e responsabilidade em sua gestão.

Em entrevista concedida ao jornal Bem Paraná, o presidente da Câmara Municipal de Araucária, Ben Hur Custódio (PR) afirma que quer transparência e responsabilidade em sua gestão para deixar um legado diferente.

Ben Hur também falou sobre a nova geração de políticos na Casa, sobre a relação com o Executivo e ressaltou que realmente quer trazer coisas inovadoras para a cidade a fim de desenvolver o comércio e a economia.

Confira a entrevista na íntegra.

Há três meses à frente da Câmara Municipal de Araucária, Ben Hur Custódio de Oliveira (PR) revela que a grande mudança da atual gestão municipal é a transparência e a vontade de administrar. Em entrevista exclusiva ao Bem Paraná, ele, que até então nunca tinha ocupado cargo público eletivo, conta que está aprendendo muita coisa. Para Ben Hur, uma boa gestão se faz, primeiramente, com a vontade de fazer a diferença, agindo com responsabilidade e transparência na atuação do legislativo e administrativo.

Bem Paraná: O que é preciso para um gestor fazer uma boa administração na Câmara Municipal?
Ben Hur Custódio de Oliveira: Acredito que para que um gestor tenha sucesso em sua administração, ele deve ter conhecimento de tudo o que ocorre na Câmara Municipal. E para isso, ele deve recorrer a pessoas capacitadas e competentes para compor a sua administração.

Bem Paraná: E que avaliação o senhor faz destes três meses em que está à frente da Casa?
Oliveira: A minha ideia é realmente fazer, deixar um legado diferente. O meu trabalho é voltado à população, para o bem comum da sociedade. Hoje sou vereador de toda a população, não apenas dos 2.552 eleitores que me elegeram. Então a nossa função é fiscalizar o prefeito. O Ministério Público dá pra nós as orientações para que possamos fazer a coisa correta. Como nós também aqui estamos sempre consultando o Tribunal de Contas. Ainda sobre o prefeito, nós o avalizamos através da fiscalização. Quer dizer, as contas dele são aprovadas por aqui. As minhas contas são aprovadas pelo Tribunal de Contas. Dando erro lá, eu não tenho perdão.

Bem Paraná: Presidente qual é a sua avaliação sobre a composição da Câmara de Araucária? Houve muita renovação?

Oliveira: É uma nova geração de políticos. Hoje nós temos, acredito que 70% de renovação da Casa. São pessoas interessadas em projetos novos, que contribuam para o bem comum da sociedade. Hoje tá muito mais fácil trabalhar com essas pessoas. Pra mim está sendo maravilhoso, porque não temos essa oposição da Câmara com o presidente. O presidente trabalha tranquilo.

Bem Paraná: O que o cidadão de Araucária pode esperar da gestão do senhor frente à Câmara, em relação à bancada e em relação ao executivo municipal?

Oliveira: Eu trabalho em conjunto com o Executivo, fiscalizando, mas em conjunto no sentido de buscar o melhor para a sociedade. Dias desses tivemos um projeto que chegou de última hora, sobre um ônibus para a Secretaria de Educação. Nós tínhamos três dias. Se não aprovasse essa solicitação do Prefeito, iríamos perder o recurso do governo federal. As equipes das comissões foram mobilizadas e conseguimos aprovar o projeto a tempo. É isso que iremos fazer. As vezes, um projeto de lei ficava aqui 40 dias 60, 70 dias. Hoje nós fazemos em uma semana, porque é para o bem comum de nossa sociedade. Não há interessa próprio nosso. Eu não tenho interesse nenhum em engavetar os projetos. Aqui não tem isso, não funciona desta maneira mais. E se depender de mim e de alguns vereadores não vai mais funcionar assim. É evidente que estamos falando de projetos que realmente venham a beneficiar a população. Não vamos perder tempo.

Bem Paraná: Em sua opinião, existe algum projeto do qual Araucária necessite de maior atenção, de maior urgência?

Oliveira: A nossa Educação, Saúde e Segurança. Esses são os três pontos principais que a gente necessita. A nossa cidade é rica. Eu não sei como ela estagnou tanto, parou tanto. Nós estamos assim há 30 anos, parados, congelados. Na mídia hoje está vendo tanta coisa ruim, que o prefeito já no início foi tomando atitudes que realmente deram um impacto muito grande. Quero até aproveitar esse momento para citar o nome do empresário Luiz Ben Hur, que por coincidência é o mesmo nome que o meu, dono na Viação TransTupi, que foi preso acusado de pagar propina para o ex-prefeito de Araucária. A linha Tupi foi desativada, mas resolvemos o caso com a parceria de uma empresa de Araucária. Ela leva para fora do município e nós temos o compromisso de levar as pessoas até o terminal. Essa mudança representou uma economia de quase R$ 1 milhão. Com esse valor dá pra fazer uma creche por mês.

Bem Paraná: Quais são os planos da gestão para Colônia Cristina e a parte rural de Araucária?

Oliveira: O prefeito vai fazer o asfalto de Araucária até Onças, são 22 quilômetros. A Colônia Cristina também terá o seu asfalto, assim como Campina das Pedras. Hoje nós temos uma fábrica de fazer asfalto no município. Nós temos que aproveitar muito isso. O que falta é um pouco mais de recursos para a Secretaria Municipal de Obras comprar material para poder fazer esses asfaltos. Hoje temos um projeto do Prefeito que vai beneficiar os alunos do município. O aluno que vai estudar em colégio público tem a passagem gratuita. É um projeto que ele (prefeito) trouxe em 90 dias. Também vai dar passagem gratuita no interior do município. O morador não vai pagar passagem para vir para o centro. A ideia é trazer esse povo para cá gratuitamente. O povo virá da área rural para gastar na nossa cidade, movimentar a nossa economia. Até então, o pessoal gastava tudo em Curitiba. A ideia é realmente trazer coisas inovadoras para a cidade e fazer desenvolver a nossa economia.

 

Fonte: Jornal Bem Paraná

Fotografia: Franklin de Freitas

error while rendering plone.comments